PORQUE FAZER OBRA COM UM ARQUITETO

Fazer obra em casa, por menor que seja, é uma decisão que envolve disponibilidade financeira, tempo para organização e a realização do desejo em transformar a experiência de morar. Dependendo do tamanho da intervenção as dificuldades vão aumentando, até que em muitos casos se torna impossível enfrentar a empreitada sem a ajuda de um profissional da área.

O problema é que mesmo em obras menores, como renovar somente um banheiro ou mudar o revestimento do piso, a empreitada acaba se tornando uma tremenda dor de cabeça para quem se aventura em fazer a reforma diretamente com um empreiteiro.

Em uma intervenção maior, então nem se fala, acarretando muitas vezes em danos e acidentes aos imóveis e às partes comuns.

Visando garantir segurança aos usuários e aos condomínios, a ABNT (Associação Brasileira de Norma Técnicas) lançou a Norma 16.280 que entrou em vigor em abril de 2014.

A norma orienta aos síndicos que exijam dos moradores um plano de reforma, com plantas e descrição dos serviços a serem executados, além de uma ART ou RRT assinados respectivamente por um engenheiro e um arquiteto.

Emitidos pelo CREA e pelo CAU, esses documentos asseguram que a obra estará sendo acompanhada por um profissional responsável do início até a conclusão.

Embora não tenha força de lei, cada vez mais condomínios estão incorporando à sua convenção a obrigatoriedade de que seus condôminos sigam a norma da ABNT.

Veja aqui maiores detalhes.

http://www.sindiconet.com.br/Informese/7174/obras-e-reformas/norma-abnt-sobre-obras

 

Além disso, fazer um projeto de arquitetura antes de iniciar a reforma garante que o resultado será de acordo com as necessidades funcionais e estéticas de quem realiza a obra. E as vantagens não param por aí. Veja só:

 

  1. O profissional de arquitetura pode organizar a planta baixa de um apartamento ou de uma casa fazendo um reaproveitamento do espaço do jeito que nenhum leigo seria capaz de fazer, revertendo espaços antes mal aproveitados em novas áreas de convívio.
  2. O arquiteto tem conhecimento técnico para fazer intervenções que não comprometam a estrutura.
  3. O desenvolvimento de uma obra requer uma logística com uma sequência de eventos que precisam ser previstos ordenadamente, para que cada etapa aconteça no momento certo. Isso é uma capacitação do profissional.
  4. O arquiteto conta com uma equipe de profissionais, entre operários e fornecedores, que têm um compromisso com a qualidade e o resultado do serviço, já que trabalham juntos e dependem da manutenção do relacionamento para a captação de trabalhos futuros.
  5. Com o arquiteto responsável o cliente pode, através de um contrato, ter a garantia dos serviços executados pelo prazo previsto em lei.

 

Finalmente, fazer uma obra sem um profissional responsável pode sair mais oneroso, gerar aborrecimentos, tomar tempo desnecessário e ter um resultado muito aquém do desejado.